domingo, 28 de setembro de 2008

PARTICIPE


Sou um excluído. Não sou negro, não sou índio, não sou pardo. Mas ser ruivo nesse país é motivo de chacota, segregação. Por que não há um candidato ruivo nessas eleições? É cota pra negro, reserva pra índio, cadê a cota dos ruivos? Você sabia que estudos indicam que o ruivo é uma espécie em extinção prevista para sumir do planeta até 2060? Que ser ruivo é ser visto como gringo que não sabe sambar, desde criancinha atormentada por apelidos como Ferrugem, cenourinha ou arroto de Fanta?

Foi pensando nestas questões que estamos lançando o Movimento Vermelho, que, através das artes, pretende denunciar a exclusão social das pessoas ruivas. O marco inicial da campanha será no dia 4 de outubro, a partir das 16h, no Espírito do Chopp, na Cobal do Humaitá. No local, o ator e produtor cultural Pedro Monteiro, ruivo de carteirinha, vai receber de braços abertos seus companheiros e trocar histórias.

Aqueles que desejarem poderão gravar depoimentos para serem incluídos num documentário e no grande arcabouço de histórias, imagens e sensíveis relatos que dará forma à peça "Os Excluídos", que estréia dia 30 de outubro, no Espaço Sérgio Porto. Os ruivos participantes receberão ingressos para a peça e a camiseta do movimento. Para participar, entre no blog osexcluidos2008.blogspot.com. Ou envie e-mail para osexcluidos2008@gmail.com.

2 comentários:

André Breves disse...

Meus caros, Atualmente tenho cabelos loiros, porém nasci bem ruivo e ainda hoje tenho pentelhos e barba ruiva. Já tive os apelidos de: "pentelho ruivo", "barba ruiva", "Falcon", "pimenta" e "manga chupada". Gostaria de saber se poderei participar do encontro. Att, André Breves Ramos

Anônimo disse...

tem muinto loiro no meio