domingo, 31 de maio de 2009

O MANIFESTO RUIVO


Ruivos, uni-vos!


Sou um excluído. Não sou negro, não sou índio, não sou oriental. Mas ser ruivo neste país é motivo de chacota, segregação. Por que não há um candidato ruivo nessas eleições? É cota pra negro, reserva pra índio, cadê a cota dos ruivos? Você sabia que estudos indicam que o ruivo é uma espécie em extinção prevista para sumir do planeta até 2060? Que ser ruivo é ser visto como gringo que não sabe sambar, desde criancinha atormentado por apelidos como Ferrugem, cenourinha ou arroto de Fanta?
É pensando nessas questões que estamos lançando a peça `Os Ruivos – Uma história de excluídos na sociedade´”, um grande arcabouço de histórias, imagens e sensíveis relatos em torno da experiência de ter cabelos vermelhos num país tropical.


Nós, ruivos, temos que nos unir por melhores condições de vida, uma oferta cada vez maior de trabalho, mais distribuição de renda, um protetor solar com FPS maior que 60, direito à meia entrada em dermatologistas, isenção no imposto de renda para aqueles que têm mais de 283 sardas no rosto, seguro de carro grátis para os que têm 60% do corpo coberto por pelos avermelhados e uma lei que obrigue o governo a aumentar a taxa de natalidade de crianças ruivas neste país.”
COMPAREÇA A NOSSA PEÇA NO TEATRO MIGUEL FALABELLA E FAÇA PARTE DO NOSSO MOVIMENTO VERMELHO.

12 comentários:

Ruiva disse...

To contigo... não vou nem comentar...olha pra minha foto e verás!

Edu Sampaio disse...

Adorei vcs no Jô.
Ri demais!!
A risada da Dida é a melhor! Rsrsrs
Quero ver a peça de vcs.. Já vou tentar me programar.


Sucesso!!!
Abração

Bruna Amadeu disse...

Nunca me diverti tanto com uma entrevista do Jô Soares...mas confesso que fiquei preocupada em saber que seremos extintos...nãooooo!!!rsrs.Vou até o Rio assistir a peça,ameiii...bjuuuuux vermelhos! =*

Raiana Reis disse...

Oi Pedro, adorei sua entrevista no Jô, que acabei de assistir... Nunca tinha percebido que era tão pequena a quantidade de ruivos,nem imaginava que não havia ligação direta com a genética dos pais.
Muito engraçado as coincidências dos personagens famosos e 'de histórico macabro'..rs
O que posso dizer de depoimento sobre os ruivos é que sempre achei bonitinho qdo era menina, rs, os ruivos ainda me chamam atenção, deve ser por essa probabilidade tão pequena de ruivos que ainda não encontrei a tal 'metade da laranja'! rsrs
Sucesso pra peça! Adorarei receber alguma visita no blog... Beijos

Brubis13 disse...

Nunca me diverti tanto com uma entrevista do Jô Soares...mas confesso que fiquei preocupada em saber que seremos extintos...nãooooo!!!rsrs.Vou até o Rio assistir a peça,ameiii...bjuuuuux vermelhos! =*

Ruiva disse...

Poxa a-do-rei a entrevista ontem!!!!

Quando vcs vem pra SP???????

cris disse...

Adorei a entrevista no Jo. Tenho dois ruivinhos, um casal ela com 9 anos e ele com 6.. são muito especiais, lindos...
Seprecisarem de ruivos na peça, me avise, heheheh
bjssssssss

Mateus disse...

Bem,

pelo menos vcs não sofreram violência, não são visto como anormais ou doentes e muito menos são mortos por pouco.

Daphne disse...

Que preconceito nada! EU AMO RUIVOS e queria MUITO ter uma filha ruiva. =/

Geórgia Damatis disse...

Ótimo! Dou total apoio!

Mas e a ruiva falsa? É excluída por vcs, da categoria de ruiva? Ou é excluída por ser ruiva?

Mary disse...

cara, eu daria TUDO pra ser ruiva, é. não acredito que vocês sofrem preconceito, meldels

BARNEY disse...

PODIA TER UM DIA DO RUIVO