quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

ESTRELAS MUDAM DE LUGAR



Nesta quarta-feira, dia 23-12-09, a partir das 23h, será a 260ª edição da festa ESTRELAS MUDAM DE LUGAR - VERÃO 2010. A festa será um PRÉ NATAL totalmente RUIVO, com divulgação do espetáculo: OS RUIVOS, em cartaz no TEATRO DOS 4, sextas e sábados: 21:30h / das 26 e 27 de dezembro / 2,3,8,9 e 10 de janeiro.


* quem irá duelar com o DJ LC AMBIENT (que vai tocar as internacionais!), será a atriz MARIA EDUARDA, que vai tocar as brasileiras!!!!



* o outro DJ convidado, é o PLÍNIO PROFETA, que vai tocar MRB - Música Ruiva Brasileira!!



* por isso... nesta quarta, RUIVOS pagam somente 10,00 p/ a festa!!!!

Os aniversariantes da noite são: PEDRO MONTEIRO (29-12) e LETÍCIA KAMINSKI (09-12)


A entrada é o seguinte...


22,00 até 0:30h


depois disso... 30,00


e levando seu DRT, paga 10,00 (ou se vc for RUIVO)

Galeria Café Rua Teixeira de Melo, 31 Iapanema 2523-8252

Um comentário:

Rubra disse...

Muito longe! :(
Mas, vim aqui pra divulgar algo que muito interessa os ruivos de todos os lugares, sobre Protetores Solares:

Metade dos dez protetores solares mais vendidos no Brasil não é eficaz, de acordo com pesquisa realizada pelo Pro Teste, da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor. As informações são dos jornais Folha de S. Paulo e Estado de S. Paulo, em suas ediçãões de ontem (1º).

A pesquisa foi realizada em Florianópolis, Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador.

Apenas dois dos dez protetores FPS 30 (fator de proteção aos raios UVB) em loção, avaliados, realmente protegem contra o sol. E somente três dos protetores (LOréal Solar Expertise, Cenoura & Bronze e o Hélioblock da La Roche-Posay) não possuem na sua composição o benzophenone-3, um ingrediente altamente cancerígeno, que é proibido em vários países.

O teste englobou a análise de rotulagem, composição, irritabilidade, hidratação, proteção, resistência a exposição solar e teste em uso. As marcas LOréal Solar Expertise e o Cenoura & Bronze foram consideradas as melhores.

O rótulo do Hélioblock da La Roche-Posay foi classificado como o pior, pois traz informações em uma etiqueta muito pequena, que dificulta a leitura.

Apenas o LOréal Solar Expertise, o Cenoura & Bronze e o Natura indicam o fator de proteção UVA. Quatro dos protetores possuem proteção UVA baixa, no entanto, a legislação brasileira não exige um mínimo.

Os raios UVA atingem as camadas mais profundas da pele e provocam envelhecimento precoce.

No teste de exposição do produto à radiação solar e ao calor, a Avon, Hélioblock, Nivea, Banana Boat e Sundown se mostraram fotoinstáveis e foram reprovadas, pois não mantêm nem 80% da proteção inicial após uma hora em uso a uma temperatura de 40ºC.

Após ficar 30 minutos na água, o banhista tem muitos motivos para se preocupar, já que produtos como o Fotoequilíbrio e Sundown, reduzem a proteção para 30% e 55%, respectivamente.

Todos os protetores foram considerados muito oleosos. Em relação aos preços, constatou-se que alguns protetores custam o dobro ou mais que os outros e têm eficácia menor.

A exposição solar pode trazer uma série de consequências como velhice precoce, queimaduras e câncer de pele.

Após o levantamento, a Pro Teste pede que a Anvisa passe a exigir o fator UVA de no mínimo um terço do FPS do produto, assim como ocorre na Europa, e que esta informação conste no rótulo. Também são solicitados testes de fotoinstabilidade.

Contraponto

* A Mantecorp, responsável pelo Coppertone e Episol, informou que seus produtos "seguem padrões de qualidade nacionais e internacionais e apresentam toda a documentação exigida pela legislação brasileira e pelos órgãos governamentais competentes".

* Repórteres dos dois jornais procuraram as outras empresas, mas não obtiveram respostas até a publicação das matérias. Os posicionamentos serão incluídos posteriormente, caso haja resposta.