terça-feira, 14 de junho de 2011

Ruivos unidos contra o Bullying

                                 Wajgtknecht Ross, 11 anos,
   Wajgtknecht Ross, 11 anos, decidiu comer uma pizza com os amigos na pizzaria Domino’s. Assim que chegaram, cada um pediu a sua pizza. Ross deu o seu nome para o funcionário colocar na comanda e fez o pedido. Assim que chegou ao balcão para pegar a comida, ele descobriu que o atendente havia escrito “Ginger Kid” - expressão pejorativa usada para se referir a pessoas ruivas, algo como garoto ferrugem – em sua comanda, no lugar de Ross. Chocado, o garoto começou a chorar. “Eu fiquei muito triste. Já sofro bullying na escola pela cor do meu cabelo, mas não esperava isso de um adulto. Depois que eu li aquilo no papel, eu não consegui parar de pensar nessa situação”, disse Ross ao jornal britânico Daily Mail. Ele decidiu levar o papel para casa e mostrou para seus pais, Evette, 43, e André, 45, que exigiram que a empresa pedisse desculpas oficialmente pelo constrangimento causado ao filho. “Isso é revoltante. Certamente teria sido mais fácil escrever Ross, que tem apenas quatro letras do que Ginger Kid. Eles fizeram bullying com meu filho. Fizeram isso porque Ross é apenas um garoto e não sabe se defender”, disse Evette. A Domino’s ofereceu uma pizza de graça... mas isso não resolve o problema. O gerente da filial Pat Bennet ligou para pedir desculpas a Ross e toda a família e garantiu que isso não vai voltar a acontecer. Mas os pais de Ross queriam que o pedido de desculpas seja oficial e acabaram de conseguir o aval da justiça.

Fonte: revista Crescer 

É inadmissível qualquer tipo de discriminação, seja ela pela cor da pele ou pela cor dos cabelos. Estamos  na luta contra Bullying.





Nenhum comentário: