segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Irmandade Vermelha

                                                                              

 Graças à iniciativa da ruiva Karlla Bottacini, que assistiu à peça na capital paulista, com a especial colaboração de sua irmã Rebeca, a dupla levou o espetáculo "Os Ruivos" para Borborema (SP), neste sábado, no Clube de Rodeios da cidade. Mais um destino, pela primeira vez, viabilizado e produzido pela própria mobilização da comunidade vermelha, cada vez mais unida contra a extinção, o preconceito e o bullying.

domingo, 27 de novembro de 2011

domingo, 20 de novembro de 2011

Os Ruivos em : 200 apresentações


A nossa apresentação de número 200, da peça "Os Ruivos", foi no Teatro Amazonas. Ele  fica  há 4.374 KM,  do teatro Sergio Porto,  que fica no Humaitá, Rio de Janeiro,  onde fizemos a primeira apresentação da peça. Isso já faz 4 anos. Na época o diretor, ator, professor Bernardo Jablonski, o Aderbal do Zorra Total,  quando perguntado pelo nosso ruivo, Pedro Monteiro, o que ele havia achado  da peça, Bernardo disse: “é no mínimo curioso”. Até hoje não entendi.  Nunca imaginamos  chegar tão longe. Já passamos por 60 Municípios e, em média, cerca de 40 mil pessoas já assistiram a peça. Quando Pedro perguntou novamente a Jablonski o que ele havia achada do programa Humor de Segunda, que vai ao ar toda segunda, na rádio Roquette Pinto, apresentado pela ator Pedro Monteiro e nos comentários de Leonardo Neves, O mesmo respondeu: “gostei, alegre, divertido”, novamente Jabloski se expressa ao nosso trabalho com a sutileza de um professor que conduz ao aperfeiçoamento. O mínimo é, na verdade, o máximo. A apresentação no Teatro Amazonas, que possui 701 lugares para ser exato, foi muito especial e aproveitamos para dedicá-la a um homem de teatro que ajudou muito ao ator Pedro Monteiro a chegar aonde ele chegou. E sempre arrancou a admiração do jornalista Leonardo Neves, que acompanhou o seu trabalho, filmou as suas peças, mas nunca teve coragem de se apresentar e dizer: valeu Jablonski. Dedicamos essa apresentação ao mestre com carinho: Bernardo Jablonski. Como disse o Pedro: “ele deve estar brincando com Pluft”.

domingo, 6 de novembro de 2011

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Mais de setenta mil acessos em três anos


Lá se foram setenta mil acessos em três anos, uma marca excelente se contarmos que somos um blog voltado para a divulgação da peça “Os Ruivos”.  A ideia e o trabalho foram idealizados por um dos autores da Peça “Os Ruivos”, o jornalista Leonardo Neves que, durante os três anos, mantém viva a pretensão de divulgar a peça “Os Ruivos”, antes mesmo de sua estreia  no Espaço Sergio Porto. Hoje, muitas peças e filmes lançam seus blogs e sites. Há três anos, posso dizer que fomos inovadores. Na rede, não existia nenhum blog que falasse sobre ruivos e, se existia, não condensava tantas informações. Não era, e ainda não é, nossa pretensão falar de tudo sobre ruivos, mas sim da peça “Os Ruivos” e o universo que o cerca.  Somos  segundo o Google, que é nosso amigo e talvez seja ruivo também, sempre um dos  primeiros  nas páginas de busca, quando se trata da palavra ruivos, os ruivos e similares.
Depois de nós surgiram vários sites que falam sobre os ruivos e ficamos muito felizes, pois, de certa forma, nossa ideia se tornou viral e levamos  novos sites, novas visões, novos grupos e novas pessoas a publicar na internet. Isto é gratificante para todos que colaboraram com este blog. Estamos orgulhosos. Temos um blog que só queria falar de uma peça e acabou originando um movimento na rede de vários blogs e comentários.
 Só para se ter uma ideia, segundo estatísticas do Google, a qual  temos acesso, nosso blog tem quatrocentos comentários, em três anos e somos lidos em dez países no mundo: Brasil, Portugal, Estados Unidos, França, Canadá, Alemanha, Reino Unido, Japão, Rússia, Itália.  
O que me surpreendeu foi o Japão, que em três anos, nos deu 100 acessos, deve ter japonês ruivo também. O nosso irmão de Portugal nos acompanham fielmente e já produzem mais de quatro mil acessos em três anos e nos dão 45 acessos por mês, seguidos dos EUA, com 78 acessos. A peça é mundial graças a Internet. Já falamos com gente de vários países, por e-mail.
 Vida longa para a peça “Os Ruivos”, vida longa para toda a produção da peça, pois sem eles nada disso seria possível. Em homenagem aos mais de setenta mil acessos e aos  próximos que virão, vejam as fotos da nossa mais recente temporada.  



Duas Barras Município do Rio de Janerio

Quissamã Município do Rio de Janeiro
                                            Cantagalo Município do Rio de Janeiro