quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Ginger Dawn

   Nunca gostei muito de jogar Vídeo Game, mas Pec Man e Enduro, na minha época, eu jogava.  Outro dia eu voltei aos meus tempos de infância e brinquei com um jogo que ainda não chegou no Brasil, “pois em terra de morenos ser ruivo é uma resposta involuntária”. Um amigo me avisou do jogo Ginger Dawn, que está hospedado no Fingertime. O jogo é o seguinte: Você controla uma cabeça vermelha, cuja finalidade é copular com o maior número de bonequinhos do sexo oposto, com o objetivo de espalhar o gene recessivo ruivo. A ideia é disseminar o Gene ruivo, o que estamos tentando na peça já algum tempo.  Pedro Monteiro que o diga, quando joga piadinhas para a nossa ruiva Tábatha. Já que o Pedro não consegue aumentar o número de ruivos em nosso planeta, sugiro que ruivos e não ruivos possam  ajudar jogando Ginger Dawn. Ah! Já ia esquecendo: como tudo para ruivo é complicado, no jogo não poderia ser diferente. As missões ficam mais difíceis, pelo fato do bonequinho não poder ficar no sol por muito tempo. Segundo Pedro, ruivo é assim, de quinze em quinze minutos, deve parar o que está fazendo, para passar protetor solar, pois de baixo das luzes do teatro, ele pode aumentar o número de sardas. Venha conhecer uma peça, sem preconceito, que fala dos dilemas de ser ruivo.
                                          



Nenhum comentário: